Medicina Dentária

MEDICINA DENTÁRIA 

 

É a área da saúde que previne, diagnostica e trata as doenças que afectam os dentes, as gengivas e a mucosa oral. É também esta área que faz a reabilitação da estética e função dentária de forma a que o utente se sinta confortável não só a comer e a falar mas também a sorrir.

 

ESPECIALIDADES MEDICINA DENTÁRIA

 

Cirurgia Oral

A Cirurgia Oral é uma especialidade da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de patologias dos tecidos moles e tecidos duros da cavidade oral.

Na Cirurgia oral realizam-se tratamentos como extracções dentárias, exérese de lesões patológicas nas estruturas ósseas (dentes presentes na arcada dentária, dentes inclusos, quistos, tórus e exostoses, lesões tumorais, enxertos ósseos, etc.) e nos tecidos moles. 
 
Prótese Fixa e Removível
A perda de dentes é um dos problemas mais graves de saúde oral em Portugal, e traz complicações para o paciente como movimentações incorrectas dos dentes adjacentes, patologias da articulação temporo-mandibular (que liga a mandíbula ao crânio), dificuldades na mastigação, perda do osso que suporta o dente e implicações estéticas. 
Nesta área é possível fazer a reabilitação oral do paciente realizando próteses fixas ou removíveis que permitem restabelecer a harmonia facial, mastigatória e fonética do paciente. 
 
Implantologia Oral
A Implantologia Oral é uma especialidade recente na reabilitação oral, dedica-se ao diagnóstico, estudo e colocação de implantes (sistemas que visam substituir raízes dentárias) nos maxilares. Os implantes dentários são um complemento às próteses fixas e removíveis. Promovem maior estabilidade, menor necessidade de desgastes dentários, melhor higiene e maior longevidade das próteses. Sendo um tratamento cuja estabilidade depende das propriedades do osso no qual o implante é introduzido. 
 
Periodontologia
A Periodontologia é uma área especializada na região que envolve o dente - o periodonto. O peridonto é uma área constituída pelas gengivas, ligamento periodontal e osso alveolar. A sua integridade é de grande importância porque confere o suporte, a estabilidade, e a protecção aos dentes. À periodontologia cabe o tratamento de patologias específicas desta área, como as gengivites e periodontites (responsáveis pelo sangramento gengival, retracção da gengiva, exposição de raiz dentária, mobilidade dos dentes e por vezes perda destes).  
 
Medicina Oral
A Medicina Oral é a área especializada no tratamento de lesões patológicas da cavidade oral, tanto nas estruturas ósseas (tórus e exostoses, quistos, lesões tumorais, enxertos ósseos, etc.), como nos tecidos moles (remoção de fibromas, sialolitos nas glândulas salivares, epúlides gengivais, freios linguais e labiais que provocam limitações na fala e maloclusão, cirurgias pré-protéticas. Assim como, o diagnóstico de patologias de causa inflamatória, infecciosa, imunológica, neoplásica e outras, com manifestações na cavidade oral.
 
Dentisteria Operatória
A Dentisteria Operatória é a área especializada no tratamento das cáries e fracturas dentárias, remoção de tecido cariado e posterior reabilitação através da colocação de materiais como as resinas compostas, o amálgama, e materiais com propriedades físicas muito próximas das do dente. Os compósitos e compómeros (cor de dente), são mais estéticos que o amalgama (cor prateada) permitindo ao Médico Dentista reconstruir um dente com forma e cor absolutamente semelhantes às do dente natural. 
 
Endodontia
A  Endodontia surgiu com a necessidade de manter os dentes na cavidade oral, mesmo após a sua polpa estar infectada ou necrosada. Aliada à rápida evolução nas técnicas e materiais existentes na medicina dentária tornou-se possível a remoção da polpa infectada e reenchimento dos canais com materiais apropriados ao selamento e desinfecção do mesmo. Um dente deve ser desvitalizado quando após extensa destruição do dente e dor prolongada, a polpa já está em processo irreversível de necrose. Actualmente estes procedimentos são feitos sem dor, sendo no entanto verdade que uma necrose avançada da polpa geralmente dá dores fortes, e que quanto mais cedo for tratada, mais fácil será anestesiar, e consequentemente tratar.
 
Odontogeriatria
Especialidade baseada nas particularidades do idoso.  O envelhecimento celular e morfológico tem implicações em todos os sistemas do organismo, incluindo a cavidade oral. Neste escalão etário é relevante o cuidado com o funcionamento dos diversos órgãos e o seu comportamento perante os diversos tratamentos, administração de fármacos e patologias frequentes no idoso tais como Parkinson, Alzheimer, hipertensão arterial, diabetes, cancro, entre outras.
 
Branqueamento Dentário
O Branqueamento Dentário consiste numa das opções de tratamento estético e pode ser utilizado isoladamente ou com outros procedimentos estéticos. O branqueamento, nas suas diversas formas, é a modalidade de tratamento mais conservadora, por manter intactas as estruturas dentárias sãs. Desse modo, o tratamento por si só pode mudar significativamente a aparência dos dentes.
 
As causas de escurecimento dentário estão relacionadas com o tabaco, certos alimentos, bebidas, medicamentos, traumatismos dentários, restaurações antigas ou degradadas, causas genéticas e a própria idade.
 
Existem, actualmente,  duas técnicas de branqueamento seguras e eficazes, que quando combinadas com uma boa higiene oral, e complementando os resultados desta podem dar respostas aos desejos estéticos daqueles que querem ter um sorriso bonito.
 
1- Branqueamento feito no consultório: Neste procedimento, o Médico Dentista começa por fazer uma higienização dentária para remoção da placa bacteriana. Após este passo, os dentes são isolados para proteger gengiva; depois é aplicado o gel, são colocados uns óculos no paciente para proteger os olhos, e aplica-se a luz que irá activar o gel aplicado, normalmente uma luz de LED ou Laser. Esta luz penetra no esmalte dentário e, devido a uma reacção química, dissolverá as manchas sem afectar os tecidos dentários. É um procedimento indolor e os seus efeitos secundários são quase inexistentes. Através do laser, o tratamento terá a duração de uma hora a uma hora e meia, dependendo do escurecimento dos dentes, e é feito numa única sessão.
 
2- Branqueamento feito em casa: Para este procedimento o Médico Dentista pesquisa primeiramente se os dentes a branquear estão livres de cáries e cavidades onde o gel poderia penetrar, e se as houver estas deverão ser tratadas previamente, uma vez que a penetração de gel nas referidas cavidades pode provocar dor. De seguida, é feita uma higienização para a remoção da placa bacteriana. É confeccionado um molde dos dentes do paciente para que sejam fabricadas moldeiras em plástico transparente onde será colocado o gel branqueador que será fornecido pelo Médico Dentista, sendo as moldeiras, depois colocadas nos dentes permitindo, assim, o contacto do gel com a superfície dentária. A substância activa do gel, liberta oxigénio que penetra no esmalte removendo os pigmentos causadores das manchas. Geralmente, as moldeiras são usadas durante a noite, por ser mais prático. O gel não é tóxico e, além disso, é muito viscoso, pelo que não há risco de ser engolido. Os resultados, variam consoante o grau de pigmentação, mas podem ser visíveis entre a primeira e a segunda semana de utilização. Efeitos secundários: Algumas pessoas podem experimentar um aumento da sensibilidade dentária ou desconforto nas gengivas, que tende a desaparecer 1-3 dias depois do tratamento. As restaurações existentes bem como coroas e facetas antigas não branqueiam, e poderão por isso ter que ser refeitas.
 
 
Clínica aderente ao Programa Nacional de Promoção de saúde oral – PNPSO
(Cheque Dentista; grávidas, idosos, infantil, crianças e jovens)
 
 

 

   

Patrocínio ao Clube Oriental de Lisboa
A CLÍNICA ORIENTAL DE CHELAS renovou patrocínio com o Clube Oriental de Lisboa que termina a Segunda Liga num confortável 15.º lugar. Uma prestação muito acima das expectativas por parte de um grupo de Guerreiros que comandados com mestria mantêm cada vez mais vivas as cores do Oriental no regresso às competições profissionais um quarto de século depois.

Cartão Dental Chelas
O Cartão Dental Chelas alargou o âmbito de cobertura, possibilitando consultas de especialidades.

Protocolo com a ASMECI
A Clínica Oriental de Chelas celebrou mais um protocolo com a Associação de Socorros Mútuos dos Empregados no Comércio e Indústria

Novas vantagens do Cartão Dental Chelas
Os beneficiários do Cartão Dental Chelas - Plano de Saúde da Clínica Oriental de Chelas, usufruem agora de consultas da especialidade, cujo preço varia entre os 30.00€ e os 36.00€ (exceto ginecologia e psiquiatria/saúde mental) e, também, o acesso a meios complementares de diagnóstico de imagiologia.

Protocolo de Saúde Escolar
A Clínica Oriental de Chelas celebrou um protocolo com o Agrupamento de Escolas D. Dinis que permite o acesso privilegiado a um conjunto de cuidados de saúde nas áreas de prevenção, diagnóstico e tratamento a preços mais acessíveis.

Excelência Com Proximidade - PME Lider
Com mais de 35 anos ao serviço da saúde a Clínica Oriental de Chelas direciona o seu enfoque para as áreas das análises clínicas, especialidade médicas, Medicina Dentária e Imagiologia (Mamografia, Ortopantomografia e Ecografia Geral). A aposta permanente em equipamentos de topo, e em equipas médicas altamente especializadas transformou uma unidade de saúde de proximidade num prestador com procura acentuada por pacientes da Grande Lisboa e arredores.